quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Imundo!


Alimentação: O grande mito da carne de porco

Cerca de 700 mil suínos são criados e fiscalizados entre Sangão e Paulo Lopes.

Não há com o que se preocupar na hora de apreciar uma fatia de carne de porco. Não existe nenhum caso da influenza (H1N1) nos rebanhos brasileiros. E, diferente do que muitos pensam, a carne mais consumida do mundo não passa a nova gripe. Atualmente, Santa Catarina é um estado livre de febre aftosa. Na região sul, Braço do Norte tem o melhor gado de leite e a melhor carne suína do país. A Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc) monitora o abate de animais regularmente para que a qualidade seja mantida e respeitada. “Todos os rebanhos são monitorados de Sangão a Paulo Lopes e enviados relatórios periódicos”, informa o médico veterinário da Cidasc em Tubarão, Iraê Antônio Pizzolatti. Mesmo com o equívoco de algumas pessoas, o médico veterinário garante que o consumo não tem restrição. “O modo como o suíno é criado é muito sadio. Mesmo com o alarde, o consumo no Brasil e no estado não diminui”, garante.
A verdade é que não importa como o porco é criado; ele jamais vai deixar de ser porco.
Assim diz o SENHOR:
"...nem o porco, porque tem unha fendida, mas não rumina; imundo vos será. Não comereis da carne destes, e não tocareis nos seus cadáveres". Deuteronômio 14:8

"...os que comem da carne de porco, e da abominação, e do rato, esses todos serão consumidos, diz o Senhor". Isaías 66:17

"Pelo que, saí vós do meio deles e separai-vos, diz o Senhor; e não toqueis coisa imunda, e eu vos receberei" II Coríntios 6:17
Vai confiar em quem?

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Uma Verdade Inconveniente ou Uma Mentira Conveniente?


Já faz alguns anos que o documentário “Uma Verdade Inconveniente” foi lançado, porém eu ainda não o tinha visto. E foi necessário assisti-lo, em virtude das informações contrárias exibidas pelo documentário oposto, “A Grande farsa do Aquecimento Global”, divulgado aqui neste blog.

Albert Gore Jr, o idealizador-protagonista deste vídeo, possui influência política e social no mundo todo. Ex-vice-presidente dos EUA, é chamado de profeta do ECOmenismo, em virtude das palestras que vem realizando sobre o "aquecimento global". Ele defende uma série de políticas ecológicas, com a união de TODOS, em caráter de urgência.

Excetuando-se as informações técnicas, algumas frases, expressões e aparências demonstradas por Al Gore me chamaram muito a atenção. Eu assistia e anotava. Veja:

01. Al Gore diz: "Isto não é propriamente uma questão politica, mas muito mais uma questão moral. Se permitirmos que isso aconteça, é profundamente imoral" (em referência ao aumento da emissão e da concentração de gases nos próximos 50 anos).

02. Aspecto geral do vídeo, na minha visão: emocionalismo familiar misturado com informações técnicas; senso de urgência, mas sem sensacionalismo. Uso de desenhos animados e um pouco de humor (já li em certo lugar que quando se faz sátira, o povo aceita a ideia que o filme quer passar com mais facilidade; é uma estratégia certeira em muitos casos).

03. Ele é o cara! O filme apresenta Al Gore como o salvador do planeta das futuras gerações, ao trazer um assunto que não preocupa as autoridades mundiais, segundo ele mesmo.

04. Nota: é mencionado o furacão Catarina que ocorreu em SC (Março de 2004).

05. Se faz de coitado e injustiçado quando perdeu a eleição para Bush (este favoreceu apenas a guerra contra o Iraque; Gore seria comprometido com a natureza). Jogo barato: nos bastidores, eles negociam tudo.

06. O filme equilibra as informações técnicas, distribuindo-as para não cansar o espectador. Fica bem evidente.

07. Ele aparece algumas vezes andando de carro no filme. Porque não dá o exemplo andando de bicicleta? Andar de bicicleta é sugerido como uma solução no final do filme, que ironia...

08. Ele diz: "Mas também sei que pode haver um dia de juízo final em que desejaríamos ter ligado as coisas mais depressa" (um apelo suave, para motivar o espectador).

09. Soluções apontadas por Al Gore: aparelhos elétricos mais eficientes; outras técnicas de eficiência; carros mais eficientes; transportes mais eficientes; energias renováveis; captura e separação do carbono (a utopia de Al Gore não é nova).

10. Al Gore diz: “Temos tudo menos vontade politica... Nós temos a capacidade de fazer tudo isso” (os quatro ventos de Apocalipse capítulo 7 ainda estão sendo seguros).

11. “Cada um de nós é uma causa do aquecimento global, mas cada um de nós pode fazer escolhas que mudem isso” (não fazemos nem perto do que o sol está fazendo...).

12. "A América tomou uma decisão moral..." Sempre fica nas entrelinhas que se deve tomar hoje essa questão como um assunto de ordem moral. O Vaticano fala a mesma língua. Questão moral, na maioria das vezes, está ligada a lei natural, aos dez mandamentos (da igreja romana). No centro desta lei, mudada pelos homens, está o domingo, o dia do Sol. Lembre-se disto.

13. Para ele, os EUA deve assumir a frente deste assunto. Bem profético.

14. "Aterrissamos na Lua" (outra mentira conveniente, mas que não vem ao caso).

15. "Trabalhamos de uma forma bipartidária para derrubar o comunismo" (bipartidarismo interno e externo ao aliar-se com o Vaticano).

16. "Portanto agora temos de usar os processos políticos da nossa democracia e então decidirmos agir juntos para resolver estes problemas". Traduzindo: tem de haver uma legislação para impor essa questão em prol do chamado bem comum. Os bons costumes (lei moral) deve prevalecer.

17. "É isso que está em jogo, nossa capacidade de viver no planeta terra e de ter um futuro enquanto civilização" (catastroficista e aniquilacionista, não?).

18. Ele repete: “Acredito que isto é uma QUESTÃO MORAL”.

19. “Está pronto para mudar o modo como vive a sua vida? A crise do clima pode ser resolvida. Junte-se aos seus filhos para salvar o mundo em que eles vão viver” (o pacote de mudanças inclui o domingo, pode ter certeza).

20. Pra terminar, um incentivo aos espectadores. A frase “EU SALVO O MUNDO” aparece no final. Isso é bastante reflexivo. Enquanto a minoria quer se salvar do mundo, a maioria quer salvar o mundo. Enquanto a minoria quer se salvar desse mundo podre de pecados, maioria quer torná-lo menos pior. A minoria prefere uma nova criação, a maioria uma evolução. A minoria vê apenas uma solução, que não podemos encontrar nesse mundo; a maioria está desesperada, olhando para si mesma na tentativa de encontrar as soluções paliativas. Mas a verdade é uma só. Haverá fim.

“Nesse tempo, se levantará Miguel, o Grande Príncipe, o Defensor dos filhos do Teu povo, e haverá tempo de angústia como nunca houve, desde que houve nação até aquele tempo; mas, naquele tempo, será salvo o Teu povo, todo aquele que se achar inscrito no livro”. Daniel 12:1

Al Gore será mais uma das vozes a ser ouvida na questão da guarda do domingo. Se ele não estiver vivo quando tal acontecimento vier a suceder, o documentário “Uma verdade inconveniente” falará por ele. Recentemente, ele esteve com o papa, acompanhado de outras autoridades americanas.

Breve virá!