quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

"A Palavra"


Navegando pra lá, navegando pra cá... Opa! Vejam só a pérola que encontrei.


"The Word" ou "A Palavra" não é apenas mais uma Bíblia (freeware) para computador. É bem mais do que isso. Trata-se de um programa com uma interface muito atraente onde você mesmo escolhe as traduções que deseja ler ou pesquisar (disponíveis no banco de dados do site). Você pode comparar passagens do Texto Sagrado em vários idiomas, inclusive nas linguas originais. Possui o recurso de "Strongs": você pode ver as respectivas definições de cada palavra no original grego ou hebraico. Você pode escolher as cores das janelas, personalizando como quiser. Possui ainda ferramentas de pesquisa e muito mais.

Faça o download do programa "The Word"!

Depois, acesse a estas páginas do site:

Module Library
: aqui você encontra mais textos com traduções da Bíblia. O pacote do programa já vem com algumas traduções, mas aqui você pode baixar outras se desejar acrescentar.

Program Translations
: aqui você encontra traduções para todos os menus do programa (inclusive para o Português).

Após a instalação do programa, escolha as traduções bíblicas desejadas e instale uma de cada vez. Não tem complicação, é bem simples. Importante: o programa e a maior parte dos textos disponíveis é gratuito; existem apenas alguns textos que são vendidos pelo site (aparecem com um ícone verde na página "Module Library").

PS: Atenção! No módulo "LTT2009" ("Literal do Texto Tradicional), o autor colocou opiniões bíblicas muito pessoais, como no comentário de Lucas 23:43. Tal interpretação apresentada é duvidosa sem a devida correlação com outros textos, tais como João 20:17. O caso está reportado no fórum do site. Em relação ao texto bíblico que ele traduziu, é prudente que façamos as devidas comparações com o texto tradicional de Almeida, disponíveis na biblioteca de módulos.

Feliz 2010!

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Entretenimentos


Entretenimento, segundo a definição do dicionário, significa distração. Entreter, portanto, é o mesmo que distrair.
Sem dúvida, "há tempo para tudo" de acordo com o livro de Eclesiastes, mas não estamos indo longe demais em nossas distrações? E quem é apanhado de surpresa senão aquele que está distraído?
"Estamos mesmo no limiar do tempo de angústia, e acham-se diante de nós perplexidades com que dificilmente sonhamos [...] Os habitantes do mundo rapidamente se vão tornando como os do tempo de Noé, que foram exterminados pelo dilúvio, e como os de Sodoma, que foram consumidos por fogo que caiu do céu. Os poderes de Satanás estão a trabalhar para conservar o espírito dos homens alheio às realidades eternas. O inimigo dispôs as coisas de maneira que servissem aos seus propósitos. Atividades mundanas, esportes, as modas da época - são coisas que ocupam o espírito dos homens e mulheres. Diversões e leituras inúteis corrompem o juízo. Na estrada larga que leva à ruína eterna anda um cortejo longo. O mundo, cheio de violência, festas e bebedice, está pervertendo a igreja. A lei de Deus, o divino padrão de justiça, é considerada de nenhum efeito". Testemunhos Seletos - Volume 3, página 306
"...não atentando nós nas coisas que se vêem, mas sim nas que se não vêem; porque as que se vêem são temporais, enquanto as que se não vêem são eternas". (2Coríntios 4:18)
Onde está o nosso coração? Nas coisas eternas ou nas temporais?
"É com ciúme que por nós anseia o Espírito, que Ele fez habitar em nós". (Tiago 4:5)
Lutar contra a força que os entretenimentos tem sobre nós é algo muito sério. E quem não sente um mísero peso na consciência por perder tempo com estas coisas está com sinais de fraqueza espiritual.
Eu falo por mim mesmo, pois é como me sinto se assim procedo. Mas dou graças a Deus pois: "A vereda dos justos é como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais, até ser dia perfeito" (Provérbios 4:18). Deus concede a Sua luz e gradativamente, pelo Seu poder, podemos sentir a necessidade de abdicar de tudo o que esteja nos separando dele.
"Não há mais tempo a perder, logo o Sol da justiça vai nascer. Devemos prontos estar!" (Promessa - Gerson F. Salcedo).
Qual será a minha e a sua resposta?